terça-feira, 18 de abril de 2017

A PRISÃO DO LULA




A PRISÃO DO LULA
I
A prisão de Lula será um grande carnaval,
Os festejos começam sem hora pra parar,

Adeus corruptos imundos e agentes do mal,
Sumam comunistas, para nunca mais voltar.
II
É festa em todos os recantos do Brasil,
Muitas Escolas de Samba lá na Sapucaí. 
A Dilma Sapiens para o nosso bem sumiu,
O povo brasileiro honesto vai se divertir.
III
Ao nosso Deus em peço muita ajuda,
E para o nosso povo muita proteção,
Que Lula e Dilma pousem na papuda,
E o Brasil fique livre da corrupção.
IV
Queremos ver nosso país crescendo,
Com o povo vivendo sempre em paz,
Muita saúde, e ninguém morrendo,
Pela fome, homicídios e algo mais.
V
Com um governante perdido,
nada que é bom se constrói,
o povo sempre desiludido,
com a corrupção que corrói.
VI
Precisamos de mudança,
e parar de tudo reclamar,
devemos ter esperança,
que um dia vai melhorar.
VII
Nosso país vai renascer,
como gigante e grandeza,
já nos livramos do tal PT,
grande bem, com certeza.
VIII
Quero hastear à minha bandeira,
Cantar bem alto o Hino Nacional,
Não ouvir político falar besteira,
Viver com Cristo e expulsar o mal.
IX
Estou aqui fazendo um teste,
Com rima, prosa e poesia,
Sou o MORAES do agreste,
Faço meus versos com alegria.
X
Irei terminar parar por aqui,
Sou o MORAES para alguns,
Mas meu nome é JOSEMIR,
E nasci lá em Garanhuns.
Autoria: Josemir Moraes - (Oficial do Exército, Bacharel em Direito, outros, investidor - ramo imobiliário, modesto escriba, compositor, afilhado de poeta e caboclo sonhador).