NOTÍCIAS

Loading...

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Pesquisa truncada.


Quando a IstoÉ/Sensus vem divulgar esta pesquisa, com uma diferença irrisória entre os comunistas e a oposição, é porque a diferença é pró oposição e eles não podem, por razões óbvias, porém lamentavelmente indecentes, publicar a verdade.

Só falta a Faísca...


O gás sulfídrico já se espalhou pelo ambiente.

Todos sentem náuseas.

Pânico nas hostes do anticristo.

Pavor nos que chafurdam à tripa forra.

Medo nos ingênuos.

Receio nos justos e prudentes.

Expectativa nos que podem resolver.

A explosão é iminente.

A sorte está lançada.

É o fim de uma grande farsa.

O Rei está nu; a Rainha, pelada...

Até Eva e Adão descobriram que aqui parece o paraíso perdido...

Mas vamos reencontrá-lo... Só falta a faísca...

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Em havendo guerra...



Por Paulo Chagas

Caros amigos: Parece absurdo, mas ainda existem pessoas no Brasil, ligadas ou não ao Partido dos Trabalhadores, que querem para nós o triste destino do povo cubano, onde o regime de força da "famiglia Castro" distribui a miséria, a fome e a doença e confisca todas as liberdades, inclusive a de pensar e discordar.

O tempo se tem encarregado de transformar o engodo em realidade e de fazer com que os menos ignorantes enxerguem o quanto têm sido ingênuos ou coniventes com o mal chamado PT.

A consequência, lógica e democrática, será a sua derrota nas eleições de outubro e a alternância de partidos e propostas no poder da república.

Como diz o sábio ditado popular, "não há mal que nunca acabe, nem há bem que sempre dure" e, parece, está chegando o dia em que a democracia indicará o fim desse tempo e a saída deles do poder.

Resta saber se, quando efetivar-se a derrota, os vencidos entregarão, conforme manda a lei, os postos e privilégios com os quais se têm locupletado e lambuzado, desde o primeiro mandato da era pós moral, sob a liderança do Sr Lula da Silva e seus muitos ladrões.

Os indícios do desconforto dos que não reconhecem a via democrática já são audíveis. Seus temores revelam-se nas manifestações, nas declarações e nas palavras de ordem da militância que, sem subterfúgios, não nega seu desejo de que a “América Latina seja toda comunista”!

Lula da Silva, ao pressentir a derrota, ameaça: "Eles não sabem do que somos capazes!".

João Pedro “Stalinde” promete que, em caso de a vitória da oposição,haverá guerra!

O MST, o MTST, os Black “Bosts” - protegidos do PSOL e do PC do B -, os sindicatos comprometidos, o crime organizado, a UNE, os apaniguados e incompetentes aboletados em cargos públicos e "de confiança", os corruptos de todos os matizes e a legião de desocupados, intimidados pela fome, são os meios que podem ser mobilizados para o cumprimento das ameaças e das promessas de negar o direito e a verdade das urnas!

No entanto, caso isto ocorra, ou seja, se ousarem fazer a guerra, não restará à Nação outra alternativa que o emprego das Instituições que, sendo portadoras de suas armas, detém o dever, o poder e a competência para lutar na guerra, fazer valer e cumprir a lei e assegurar a ordem interna.

Peçamos a Deus para que estas promessas e ameaças não ultrapassem os limites da bravata e que as Forças Armadas não precisem ser empregadas para defender a vontade nacional, expressa nas urnas!

Que a Sabedoria de Deus nos inspire, agora e sempre!

Paulo Chagas, General de Brigada na Reserva, é Presidente do Ternuma.

terça-feira, 22 de julho de 2014

Entendi: o primeiro mandato de Dilma foi só a fase “Escolinha do Professor Raimundo”! Ela promete corrigir os erros se for reeleita!

Chico Anysio na pele do professor Raimundo: Dilma chegou ao Palácio sem saber...
Chico Anysio na pele do professor Raimundo: Dilma chegou ao Palácio sem passar pela Escolinha…
Leio uma reportagem muito impressionante na Folha, de autoria de Valdo Cruz. Ela informa que “Dilma promete a aliados que corrigirá erros se for reeleita”. Ah, bom! Entendi! Então o país deveria franquear um segundo mandato a Dilma para lhe dar a chance de consertar as besteiras feitas no primeiro por… Dilma! É um modo de ver as coisas.
O texto informa ainda que os assessores listam aqui e ali os, digamos, errinhos que foram cometidos. Um deles, coisa pouca, é o do setor elétrico, com a redução das tarifas — e suponho que entre no rol de bobagens a antecipação das concessões. Não é nada, não é nada, a nossa governanta praticamente quebrou um setor. E teve de injetar alguns bilhões de recursos públicos para tentar minimizar o estrago. Mas ora vejam: ela parecia tão segura, não é mesmo? Procurem neste blog os posts que trazem a expressão populismo elétrico. E eu, obviamente, não sou da área! Nove entre dez especialistas alertavam para a bobagem. Mas sabem como é… A ignorância é sempre mais convicta do que a sabedoria porque não tem medo de errar. E Dilma já demonstrou que não tem nenhum.
Ah, claro! O PT agora diz que foi, sim, um erro represar as tarifas. Se Dilma for reeleita, não acontece mais. Ok. Não estivessem, no entanto, represadas, e tudo o mais constante, em que patamar estaria a inflação? Afinal, o governo não avançou contra o caixa da Petrobras, por exemplo, porque repudie aumentos de combustíveis, mas porque estava dando um jeito de conter o índice inflacionário.
E a coisa vai por aí. Há também quem reclame das desonerações, que teriam agredido a saúde fiscal do governo, sem que os incentivos tenham resultado em crescimento da economia. Em suma, Dilma promete não repetir mais as barbeiragens que fizeram o Brasil conjugar uma inflação que flerta com os 7%, um crescimento abaixo de 1% e juros nos cornos da Lua: 11%.
Acho que estou começando a entender. A Presidência da República, para Dilma, nos primeiros quatro anos, foi uma espécie de “Escolinha do Professor Raimundo”. Ela estava lá para aprender a governar. Um errinho bilionário aqui, outro ali… Mas, doravante, ela jura fazer tudo certo. Sempre há o risco de que alguém acredite nisso, não é mesmo?
Os petistas e a própria presidente já deixaram claro que têm também outra agenda caso conquistem mais quatro anos: a reforma política, que o partido quer que seja feita por meio de uma Constituinte exclusiva, combinada com decisões plebiscitárias. Uma das teses mais caras ao partido é o financiamento público de campanha — o que está para ser concedido, na prática, pelo Supremo, por via cartorial.
Se e quando isso acontecer, grandes partidos, como o PT, terão a grana de que precisam para se financiar fornecida pelo próprio Estado. A legenda nem mesmo precisará fazer suas juras de amor à economia de mercado para conseguir alguns milhõezinhos para a campanha eleitoral. Estará mais livre. E, nesse caso, negociar o quê, com quem e pra quê? O financiamento público permitirá aos partidos atuar como instâncias autocráticas.
Um dos setores que estão na mira da presidente e dos petistas é o empresariado. Ela pretende reconquistá-lo. Bem, quem quiser que caia na conversa, não é mesmo? Estou enganado ou a ação estrepitosa mais recente da nossa soberana foi enviar um decreto que entrega parte da administração pública federal a “conselhos populares”?
Sim, sim… Alguns dirão que o que vai a seguir é um reducionismo, mas tomem como medida as ações dos movimentos de sem-teto ou de sem-terra, por exemplo. Ou bem se governa com a lei, ou bem se governa com os tais “movimentos sociais”. Avaliem vocês com que lado está a chance de um futuro virtuoso para o Brasil, muito especialmente para os pobres. Num caso, tem-se uma sociedade paralisada por minorias radicalizadas e corporações de ofício; do outro, a previsibilidade das regras, democraticamente pactuadas.
Atenção! As disposições subjetivas de Dilma, à boca da urna, não têm a menor importância. A questão é o que ela representa e o que quer o seu partido.

Pesquisa Datafolha mostra que presidência da Dilma é menos confiável que os bancos e os sindicatos.


Pesquisa Datafolha encomendada pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e divulgada nesta segunda-feira (21) aponta que as Forças Armadas são a instituição com maior nível de confiança dos brasileiros. Os partidos políticos são os menos confiáveis, de acordo com levantamento. O estudo ouviu 2.126 pessoas, em 134 municípios de todas as regiões do país, entre os dias 6 e 10 de junho. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. A OAB encomenda a pesquisa anualmente há mais de dez anos.

Após as Forças Armadas, a Polícia Federal e a OAB foram as instituições com melhor avaliação por parte dos entrevistados. Dentre as insatisfações do brasileiro, a saúde figura em primeiro lugar, para 38% dos entrevistados. O número é maior que em comparação a 2003, quando somente 6% dos entrevistados se declaravam insatisfeitos com o setor.

A questão da violência pública vem em seguida para 15% dos entrevistados. A corrupção aparece como a terceira maior causa de incômodo, para 14% das pessoas ouvidas pelo Datafolha. Na educação, o descontentamento pulou de 4% em 2003 para 10% na pesquisa atual.

Instituições mais confiáveis

1º Forças Armadas
2° Polícia Federal
3º Ordem dos Advogados do Brasil
4º Igreja Católica
5º Poder Judiciário
6º Imprensa e Ministério Público
7º Sindicatos dos trabalhadores
8º Bancos e financeiras
9º Empresas estatais
10º Presidência da República
11º Igreja Universal do Reino de Deus
12º Congresso Nacional
13º Partidos políticos

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Isto é uma verdadeira afronta ao Estado Democrático de Direito!


O sonho foi realizado e o encontro foi comemorado depois de muitos anos. Este sempre foi o sonho dos terroristas de 1964, representados no momento por Dilma dos Sete (homenagem ao jogo contra a Alemanha), inquilina do poder na república das bananas, em um país chamado brasilis.

Um encontro secreto com os ditadores dos galinheiros de cú ba e merdezuela em uma granja torta ocupada pelos petralhas vermelhos, adoradores de regimes autoritários e ditadores tiranos, foi um verdadeiro sucesso. Precisam mais para confirmar que já somos uma colônia de Cú ba? 
Foi observado que a bagagem do tirano cubano, Raul Castro era composta de 12 malas ao entrar na granja torta e ao sair levou consigo apenas duas malas, talvez com seus pertences pessoais. Sem insinuações, o que você imagina da grande mágica das diminuição da quantidade de malas?
Já temos os escravos cubanos em nosso país, travestidos de médicos com o fim de divulgar e implantar o regime fracassado de cuba no Brasil. A única obra de grande porte e infra-estrutura arrojada, o Porto de Mariel, foi financiada e inaugurada pelo governo brasileiro, com a presença de Dilma dos Sete, sob festejos. Realmente foi a única obra concluída dos governos Lula e Dilma em 12 anos de enganações. Tudo isso com o dinheiro dos nossos altos impostos pagos a um governo que não atende as prioridades de um povo sofrido.

E você brasileiro omisso, ainda aplaude os traquinos e continua a votar neles, com o maior cinismo? Procure enxergar pelo menos a ponta do seu nariz e não fique cego diante de tudo que vem acontecendo de mal em nosso país - e aquilo que de pior que estar para acontecer.
Nossa última esperança está nas eleições de outubro, utilizando o seu voto como arma letal, extirpando de uma vez por todas, os corruptos e canalhas do poder. Do contrário é o prenúncio de um futuro de muita instabilidade institucional, não estando descartada até uma eventual guerra civil, muito embora esta na prática já exista, pela insegurança em que vivemos e os mais de 50.000 mortos por ano no país, causados pela violência e descaso de um governo desequilibrado e sem rumo. 

Pr. Silas Malafaia Denuncia Perseguição Religiosa do PT.



Silas Malafaia decidiu partir para cima do PT em seu programa de TV que vai ao ar logo mais. O pastor vai acusar o partido de perseguição política por colocar a Receita Federal para investiga-lo. Em quase quinze minutos de vídeo (Veja acima), Malafaia revela que desde 2013 o Fisco brasileiro abriu seguidos procedimentos para investigar a Associação Vitória em Cristo, instituição comandada pelo pastor. Mesmo com uma das investigações finalizada sem encontrar qualquer irregularidade nas contas da igreja e outros negócios, a Receita – acusa Malafaia – fazia novas investidas na Associação, muitas vezes solicitando documentos idênticos aos pedidos anteriormente.
Eis algumas frases de um Malafaia indignado com o PT:
- Quer me investigar, me investigue. Dizer que pastor é ladrão é fácil.
- Vou dar uma sugestão ao governo do PT. Por que não manda investigar o filho do Lula que era um pobre rapaz (…) e hoje é um milionário?
- A cúpula deste partido está na cadeia na maior roubalheira da história deste país.
Por Lauro Jardim

Dilma abre as portas da Granja do Torto para ditador cubano e diz que crítica é preconceito


Fique à vontade, ditador, que o povo está pagando a conta...
Fique à vontade, ditador, que o povo está pagando a conta…
A presidente Dilma abriu as portas da Granja do Torto para hospedar o ditador cubano Raúl Castro, que a imprensa insiste em chamar de presidente. A oposição reagiu. PSDB, DEM e PPS criticaram duramente esse privilégio, esse tratamento diferenciado que Cuba recebe do governo petista:
Durante o dia, os opositores de Dilma questionaram o benefício. O líder do DEM na Câmara, deputado Mendonça Filho (PE), criticou o que considera tratamento diferenciado.
“Essa distinção por Cuba, depois de ter criado um programa de importação de médicos para financiar a ditadura cubana, garante a Raul Castro tratamento concedido apenas para outro ditador, o presidente da Venezuela e afilhado político de Hugo Chavez, Nicolás Maduro, nesses 12 anos de governo do PT. Essa simpatia por Cuba faz eco com o alinhamento do governo petista ao Foro de São de Paulo, união de países de cunho populista, autoritário e bolivariano, caso da Ilha dos Castro, da Venezuela e da Bolívia”, disse Mendonça Filho, em nota.
O PPS também questionou a hospedagem de Castro. O líder do PPS na Câmara, deputado Rubens Bueno (PR), apresentou requerimento de informações à Mesa da Casa para que o ministro de Relações Exteriores, Luiz Alberto Figueiredo, sobre o caso.
“Com tantos chefes de estado no país para reunião dos Brics e Unasul, causa estranheza o fato de somente Raul Castro ter sido convidado para se hospedar em residência oficial brasileira. É bom lembrar que a diplomacia brasileira sempre trabalhou com a imparcialidade. Para mim, isso nada mais é que um alinhamento político da administração petista com o governo cubano, que persegue dissidentes políticos, defende a censura e o cerceamento social”, disse.
Quer mais um carinho, ditador?
Quer mais um carinho, ditador?
A presidente Dilma tentou se justificar. Alegou ser questão de reciprocidade. E ainda chamou de preconceito a crítica: “Se alguém tem preconceito com Cuba, não misture o preconceito com essas relações que são relações diplomáticas de alto nível”.
Sim, “presidenta”, temos “preconceito” (na verdade é um pós-conceito) contra ditaduras assassinas, que mantêm milhares de presos políticos, que tratam o povo todo como gado, que espalham miséria e opressão por meio século, que treinam terroristas do mundo todo, que servem de trampolim para traficantes de drogas.
Há aqueles que, em vez de preconceito, nutrem profunda simpatia por gente dessa laia. Gostam de fazer afagos em tiranos assassinos. Adoram negociar com eles, financiar com o dinheiro dos pagadores de impostos regimes nefastos desse tipo, importar seus escravos, usar o BNDES para bancar reformas portuárias.
Entende a diferença? Há um abismo moral intransponível entre um lado e o outro. Uns abrem as portas da casa para tiranos; outros preferem bater a porta na cara desses assassinos.
Rodrigo Constantino

sábado, 19 de julho de 2014

Dilma faz discurso insano para defender Putin no caso da derrubada de avião comercial na Ucrânia


dilma_rousseff_381
Sem noção – Todos sabem que Dilma Rousseff, assim como a extensa maioria dos esquerdistas brasileiros, cultua ditadores mundo afora, mas um chefe de Estado precisa de doses mínimas de bom senso para ocupar o cargo.

Horas antes do início da mais recente reunião dos países que integram os BRICS, Dilma e o russo Vladimir Putin selaram um acordo. O Brasil, assim como os demais países, não inseririam no documento final do encontro temas relacionados à crise na Ucrânia e à autoritária anexação da Crimeia. Isso porque Putin está vivendo uma tremenda saia justa no cenário internacional e perdendo forca política na porção leste do planeta.
Assim como combinado, o encontro dos chamados países emergentes terminou sem qualquer menção ao cabo de guerra que se formou entre ucranianos e separatistas pró-Rússia, estes armados e financiados pelo Kremlin. Sem representar a totalidade da sociedade brasileira, até porque sua postura diante de determinados fatos é inaceitável, Dilma adotou um silêncio obsequioso em relação à crise ucraniana, cujo culpado maior é o próprio Putin.
Momentos depois da tragédia com o Boeing 777 da Malaysia Airlines, abatido por um míssil enquanto sobrevoava a parte do território ucraniano ocupada pelos rebeldes separatistas, Dilma abusou da bizarrice discursiva ao tentar defender o companheiro Vladimir Putin. Disse a presidente que o governo brasileiro não se posicionará sobre a queda do avião malaio até que haja informações mais claras sobre o acidente. Após a reunião da Cúpula China-Brasil e líderes da América Latina e do Caribe, Dilma disse que é preciso ser prudente.
“Tem um segmento da imprensa dizendo que o avião que foi derrubado estava na rota da volta do presidente Putin, que coincidia o horário e o percurso. Eu acho que é importante ter claro que não é um míssil de fácil manejo. Então, nós temos que olhar de fato o que realmente aconteceu. O governo brasileiro não se posicionará quanto a isso até que fique mais claro, por uma questão não só de seriedade, como também de prudência”, afirmou a petista.
A presidente pode dizer o que bem quiser, pois, ainda que em tese, o Brasil é uma democracia que preserva a livre manifestação do pensamento, mas não se pode aceitar uma declaração dessa natureza diante de um atentado terrorista que colocou abaixo uma aeronave comercial e fez pelo menos 298 mortos, apenas porque Vladimir Putin quer recuperar o prestígio político por meio da desestabilização regional e a anexação de territórios que não pertencem ao seu país.
Dilma, sabem os leitores, é adepta confessa de atos terroristas, até porque seu passado fala por si só, mas a mandatária verde-loura perdeu uma grande chance de ficar calada e não destilar a sua essência truculenta, sempre a favor do totalitarismo esquerdista.
É importante que os brasileiros atentem para esse fato absurdo, uma vez que o “vale-tudo” poderá ser adotado em breve caso o PT seja derrotado na eleição presidencial que se avizinha, o que inviabilizará a implantação do projeto de poder da legenda, que vem se espelhando na ditadura bolivariana que há anos consome a vizinha e combalida Venezuela.

EDITORIAL DO ESTADÃO DIZ QUE PT USA O DESCARAMENTO COMO POLÍTICA.



O Estado de São Paulo
Editorial
O programa de governo Dilma Rousseff 2014 é uma peça publicitária, com forte dose de ficção. Um dos tópicos, intitulado Os 12 anos que transformaram o Brasil, é constrangedor. Ali, a mentira parece adquirir status de verdade histórica.
O que primeiro choca é a incongruência entre o título do programa (Mais mudanças, mais futuro) e o conteúdo proposto. Era de esperar que, com resultados tão pífios – reconhecidos não apenas por analistas econômicos, mas, como as pesquisas têm indicado, pela população em geral, que já percebeu qual é a qualidade do atual governo -, o leitor do programa se deparasse com algo diferente do que viu nos últimos anos. Mas o que lá está é mais do mesmo, com a reedição de “programas” pontuais e desconexos, sem uma visão ampla do que o Brasil precisa. Vê-se logo que é um programa feito pró-forma, em que o País é um simples acessório.
Furtando-se de analisar os seus anos de governo – o que seria mais honesto -, sempre que pode Dilma inclui os oito anos de Lula nas suas comparações. Disso resultam afirmações que se chocam com a verdade. Por exemplo, “ao final de três mandatos, todos os indicadores do período são positivos e sempre muito melhores do que os vigentes em 2002″. Haja criatividade nos números para tamanha miopia!
BRAVATAS
Em relação ao seu calcanhar de aquiles – a inflação -, não tendo o que apresentar, usa bravatas pouco convincentes. “Entendemos o poder devastador da inflação (…) e por isso jamais transigiríamos ou transigiremos com um elemento da política econômica com esse potencial desorganizador da vida das pessoas e da economia”. Se de fato Dilma entendeu o poder devastador da inflação, seus anos de governo são um exercício explícito de má-fé. O que ela de fato compreendeu foi o efeito político da inflação, daí a manipulação de números e os preços e tarifas administrados.
Há passagens que são a mais deslavada mentira. “Os governos do PT assumiram a histórica tarefa de investir na infraestrutura logística brasileira. (…) O Brasil dos governos do PT e de seus aliados ficará marcado como o período da história recente com mais entregas de grandes obras de infraestrutura.” Será uma piada de mau gosto? Se há um setor onde existe uma distância abissal entre o que o País necessita – e o governo prometeu – e a administração petista entregou, este é o da infraestrutura. É dessa forma que a Mãe do PAC vê os resultados pífios do seu mandato?
No programa, renova-se a “profissão de fé do PT” no seu modelo de desenvolvimento. Informa que ele está assentado em dois pilares – a solidez econômica e a amplitude das políticas sociais – e que ganhará no próximo governo um terceiro sustentáculo: a competitividade produtiva. Infelizmente, não houve, como afirma o documento, “defesa intransigente da solidez macroeconômica”. É fato de domínio público. Sobre as políticas sociais, também é conhecido como o PT entende o seu maior trunfo: repasse de verba, sem acompanhamento de resultados efetivos. “Social”, para o governo atual, é sinônimo de voto. Na sua lógica, se deu voto, houve transformação social. E o terceiro pilar é algo de que o PT pouco entende, como já se viu. No máximo, sabe dar incentivos pontuais, de alcance duvidoso, sem uma política de governo séria e responsável, que garanta a confiança no ambiente dos negócios.
Para aparecer bem na foto, o PT não tem escrúpulos de editar a imagem real. No programa, afirma-se que “a tarefa de combater a extrema pobreza (…) foi superada”. Confundem o título de programa social, “Brasil sem Miséria”, com a realidade vivida. Afronta a sensibilidade humana fazer campanha eleitoral ignorando a realidade de tantos brasileiros e brasileiras que ainda vivem em condições sub-humanas.
Não foi o PT quem inventou certa “flexibilidade” nos programas de governo. Já existia antes dele. Mas o atual governo pôs em outro patamar o nível de descaramento. Eleições merecem respeito, porque o cidadão merece respeito. Há limites até mesmo para o que se põe no papel, ainda que na ética petista tudo aquilo que o mantenha no poder seja visto como legítimo. O Brasil merece outra ética, outra política.

sexta-feira, 18 de julho de 2014

VOTO NULO É UMA FRIA!

VOTO NULO É UMA FRIA

Além do mais, essa bobagem de “ninguém me representa”, na verdade revela a brutal ignorância daqueles que enchem a boca para verberar essa cretinice. Não existe em nenhum lugar do planeta políticos impolutos. Aliás, todos os humanos são falíveis, mortais, imperfeitos. Todos. Por isso é que em qualquer eleição em qualquer parte do planeta os eleitores inteligentes votam sempre no menos pior. Sempre foi assim e sempre será assim. Se os eleitos traem os eleitores poderão ser removidos na próxima eleição. Isto em países democráticos e livres. Por enquanto, os cidadãos brasileiros ainda gozam da prerrogativa de votar livremente. Notem que eu disse “por enquanto”. Quem estiver em busca de "santos humanos" não passa, portanto, de um rematado idiota! DERRADEIRA OPORTUNIDADE! a eleição de 5 de outubro deste ano de 2014 será a oportunidade derradeira de afastar o PT do poder. Isto porque caso se confira mais um mandato para a escumalha lulista o Brasil será transformado numa republiqueta comunista. Aliás, o processo já está bastante adiantado, conforme o recente decreto 8.243 da Dilma, que cria os “sovietes” botocudos, ou seja, movimentos sociais controlados e dirigidos pelo PT que serão "ouvidos" na formulação de políticas públicas. Este é o primeiro passo para a criação de “comunas”. Na verdade, esses grupos já são as “comunas”, que desempenham o papel, como num teatrinho, de conferir legitimidade às leis que instituirão o regime comunista no Brasil ditadas pelos psicoptas do PT. A rigor, o decreto 8.243, se não for derrubado pelo parlamento, significa o início do fim da democracia representativa, porquanto transforma o Poder Legislativo numa simples repartição pública para homologar as decisões do Executivo. Daí porque nunca foi tão importante participar maciçamente das eleições de outubro deste ano votando em Aécio Neves para Presidente da República. Ele é o único oposicionista com condições verdadeiras de vencer a eleição. Portanto, minha gente, vamos parar de viajar na maionese de “voto nulo”, de “não me representa”, e bobagens assemelhadas. E quem vier aqui nos comentários deste post argumentar contra esta evidência dos fatos será simplesmente deletado (a). LUTA PELA LIBERDADE! Votar em branco ou nulo nestas eleições é contribuir para a eternização do PT no poder, como acontece em Cuba, onde há mais meio século a ditadura comunista criminosa sob o comando de Fidel Castro e sua família, domina o país e escraviza, tortura e mata qualquer dissidente. Se você preza a democracia e a liberdade faça valer o seu voto nestas eleições. E mais do que isso, faça campanha em favor de Aécio Neves, procure os comitês de campanha do PSDB, incorpore-se a esta luta pela preservação do bem maior para todos os seres humanos que é a liberdade! Repito: Aécio Neves é o único candidato que pode varrer o PT do Poder. Aécio Neves não é comunista e isto já é um alento! É uma garantia de manutenção da democracia! http://www.youtube.com/watch?v=iPV0sRmAoPk&feature=player_embedded Neste vídeo acima duas advogadas, Sabrina Waiderman e Marcela G. Espinha explicam de forma didática que essa idiotice de anular o voto como sinal de protesto acaba favorecendo na verdade o partido do governo, que controla os votos de cabresto, no caso presente o PT! Além disso é o PT que também, além dos votos cativos dos bolsas família, controla movimentos sociais, ONGs, sindicatos, órgão estudantis como a UNE. Sem falar no fato dos milhares de funcionários públicos que, de alguma forma, foram transformados em vassalos do Lula, da Dilma e de seus sequazes.É por isso que pelas redes sociais corre solta a campanha do voto nulo insuflada na maioria das vezes pelos próprios petistas travestidos de oposicionistas.

A Galinha PintaDilma

Efeitos copa na candidatura da Dilma.




SE A DERROTA HISTÓRICA DA SELEÇÃO BRASILEIRA PARA A ALEMANHA já fazia os analistas apostarem na queda da presidente DILMA nas pesquisas eleitorais, o ambiente pode ficar ainda pior para o atual governo após a tensão que se instalou com a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) por causa do vexame.

Segundo informações apuradas pela ESPN, por causa de diversas discussões ocorridas entre dirigentes e políticos, a partir do próximo mês a CBF deve intensificar uma campanha pró-Aécio Neves para as eleições. Tudo começou com a declaração do Ministro do Esportes, Aldo Rebelo, que sugeriu que o governo poderia intervir no futebol para iniciar uma reestruturação.
Por causa dessa declaração, o chefe da delegação brasileira, Vilson Ribeiro de Andrade, rebateu o político e classificou como oportunista essas possíveis mudanças e intervenções que Rebelo sugeriu. Em entrevista para o ESPN.com.br, Andrade disse que as falas do ministro vieram em um momento inadequado.
"É o tipo de solução que não resolve nada. Gostaria de perguntar apenas o que este governo do PT fez pelo esporte amador. Quantas medalhas ganhamos na última Olimpíadas? Geralmente, onde o estado põe a mão, 99,9% não dá certo, o retorno é ZERO".
Vexame da seleção aumenta tensão e CBF deve fazer campanha pró-Aécio nas eleições - InfoMoney.

A Copa e o uso político.

Realmente a Copa foi um sucesso no que dependeu do povo, cordial e alegre, que encantou os gringos, e do pessoal da área de segurança, que, como cães de guarda, fazem sempre o que mandam seus donos sem examinar se é certo ou errado. Mas os grandes  e seríssimos questionamentos que milhões de brasileiros fizeram nas ruas, sob a forma de veementes protestos, continuam sem resposta (mesmo porque não há resposta possível):
1 – O superfaturamento em todas as obras. Estima-se o roubo e os gastos desnecessários em mais de 35 bi !!!!! ...
2 – O porque de não ter faltado dinheiro para a construção de suntuosas arenas, Padrão FIFA (também, por quê arena e não Estádio ? Arena vem do latim areia e caracterizava o piso do Coliseu), empreiteiros e os políticos corruptos (desculpe o pleonasmo) comemorando os generosos repasses de dinheiro públicos, enquanto a saúde, a educação, a mobilidade urbana e as deficiências que fazem deste país, sempre uma sempre BELÍNDIA, clamavam por atenção do setor público ?
3 - Por último, mas não menos importante: o DVTC nos estádios, a ausência e o silêncio de lularápio, o responsável, junto com a quadrilha que levou a Genebra em 2007, por essa versão moderna do circensessem o panis ...

O "esquema" e a farsa dos comunistas!


Polícia Federal descobre grande quantidade de diplomas falsos entre médicos cubanos do "Mais Médicos"
NUNCA cursaram medicina! Polícia Federal descobre esquema de FRAUDES no Mais Médicos.Existem "médicos" inscritos no programa que nunca sequer cursaram medicina!
A Polícia Federal deflagrou na manhã de hoje (18) operação contra um esquema de fraude na emissão de diplomas falsos de medicina que eram revalidados para o exercício da profissão no Brasil e participação noprograma Mais Médicos.
Durante a Operação Esculápio – em referência ao deus da medicina e da cura na mitologia greco-romana, foram expedidos 41 mandados de busca e apreensão pela 7ª Vara Criminal da Justiça Federal no Mato Grosso. Os mandados estão sendo cumprindo em 14 estados – Mato Grosso, Acre, Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Paraná, Paraíba, Pernambuco, Roraima, Rio Grande do Sul e São Paulo.
De acordo com a PF, as investigações tiveram início depois que a Universidade Federal do Mato Grosso entrou em contato com universidades bolivianas (Universidad Nacional Ecológica, Universidad Técnico Privada Cosmos e Universidad Mayor de San Simon), que confirmaram que entre os inscritos no programa de revalidação, 41 nunca foram alunos ou não concluíram a graduação nessas instituições. 
Na análise dos documentos, a Polícia Federal constatou que desses 41 inscritos, 29 foram representados por advogados ou despachantes que fizeram a inscrição dos supostos médicos no Programa Revalida. Ainda de acordo com a PF, os acusados vão ser intimados a prestar esclarecimentos e poderão ser responsabilizados pelos crimes de uso de documento falso e falsidade ideológica. 
Perguntado sobre a operação, após participar do programa Bom Dia, Ministro, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, disse não ter conhecimento da operação, mas considerou positiva qualquer atitude para coibir fraudes. "Uma ação como essa é muito bem-vinda", frisou. 
"Quando o ministério recebe a documentação do Mais Médicos, ele repassa a lista para a Polícia Federal para que ela faça algum tipo de checagem e não só da documentação, mas dos antecedentes das pessoas que procuram se inscrever. Essa checagem feita pela Polícia Federal e também uma operação como essa podem contribuir fortemente para que não exista qualquer tipo de fraude ou tentativa de inscrição no programa de profissionais que não seja médicos. Estamos sendo muito rigorosos", acrescentou o ministro.