NOTÍCIAS

Loading...

segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Petrolão foi criado antes do Mensalão por José Dirceu na Casa Civil.

Resultado de imagem para imagens de lula e dirceu presosResultado de imagem para imagens de lula e dirceu presos


Resultado de imagem para imagens de lula e dirceu presosResultado de imagem para imagens de lula e dirceu presos


Em coletiva, agora, Procuradores e PF afirmam que esquema de roubalheira na Petrobras é anterior ao Mensalão e foi criado por José Dirceu ainda dentro da Casa Civil. Subordinado a Lula. Nome de Lula passa a ser falado com naturalidade, o que pode indicar sua prisão nas próximas horas. Procurador avisa que não se descarta investigação sobre ninguém. Nem de Lula.


 Resultado de imagem para imagens de lula e dirceu presos

Queda do PIB aponta para menos 1,80% e a pior recessão em 30 anos.


Não esquecer que há uma semana atrás Dilma declarou que o PT roubou 1% do PIB com a Lava Jato.

(Folha) Economistas e instituições financeiras ampliaram novamente a queda prevista para o PIB em 2015, que foi para 1,80%, quando considerado o centro das previsões (mediana). Há uma semana, esperava-se queda de 1,76%, segundo dados do boletim Focus do Banco Central. 

Para 2016, é esperada recuperação de 0,20%, a mesma expectativa da semana passada.Com a alta recente do dólar, que fechou julho cotado a R$ 3,42, as estimativas dos economistas também foram ajustadas para cima. Espera-se que a taxa de câmbio feche o ano em R$ 3,35. Há uma semana, a previsão era de R$ 3,25.Para 2016, espera-se uma taxa de câmbio em R$ 3,39. Há uma semana, esperava-se uma taxa em R$ 3,40.

IPCA E SELIC
A expectativa para inflação foi novamente ajustada para cima, e deve ficar em 9,25% —há uma semana, esperava-se inflação em 9,23%, acima do teto da meta do governo, de 6,50%.Para 2016, foi mantida a previsão de uma inflação em 5,40%, acima do centro da meta, de 4,50%. A taxa Selic deve ser mantida até o fim de 2015 nos atuais 14,25% ao ano, segundo as previsões. Para 2016, espera-se uma Selic em 12%.

Decadência! Operação que prende Zé Dirceu se chama Pixuleco.


   

(Estadão) A 17ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada nesta segunda-feira, 3, que tem como alvo principal o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, foi batizada de Operação Pixuleco. O nome é uma referência ao termo usado pelo ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto para falar sobre o dinheiro cobrado de empreiteiras do cartel que atuava na Petrobrás. 

São cumpridos desde as 6h três mandados de prisão preventiva, cinco de prisão temporária, 26 de busca e apreensão e seis de condução coercitiva. As ordens são do do juiz federal Sérgio Moro, que conduz os processos da Lava Jato, em Curitiba, para onde serão levados os presos. 

A força-tarefa da Lava Jato aponta que a JD Assessoria e Consultoria cumpria a mesma função das empresas de fachada do doleiro Alberto Youssef, alvo central da investigação sobre desvios, fraudes e corrupção na Petrobrás. Elas emitiam notas fiscais para as maiores empreiteiras do País por assessorias e outros serviços fictícios. A JD também soltou notas fiscais por serviços que não teriam sido realizados, segundo suspeitam os investigadores.

José Dirceu preso pelo juiz Moro.




(Estadão) O ex-ministro José Dirceu (Casa Civil do governo Lula) foi preso pela Polícia Federal na manhã desta segunda-feira, 3, em Brasília.  Dirceu é alvo de prisão preventiva decretada pelo juiz federal Sérgio Moro, que conduz as ações penais da Operação Lava Jato. Foram presos também seu irmão, Luiz Eduardo Oliveira e Silva, que era sócio na empresa de consultoria e seu ex-assessor Roberto Marques, conhecido como Bob. 
 
O ex- ministro está sob investigação por suposto recebimento de propinas disfarçadas na forma de consultorias, por meio de sua empresa, a JD Assessoria e Consultoria, já desativada. Dirceu será transferido ainda hoje para Curitiba, sede da Lava Jato. Dirceu cumpria prisão domiciliar por sua condenação no processo do mensalão. 

A Polícia Federal incluiu a JD Assessoria e Consultoria em um grupo de 31 empresas “suspeitas de promoverem operações de lavagem de dinheiro” em contratos das obras da Refinaria Abreu e Lima (Rnest), em Pernambuco – construção iniciada em 2007, que deveria custar R$ 4 bilhões e consumiu mais de R$ 23 bilhões da Petrobrás.

O documento é o primeiro de uma série de perícias técnicas da Polícia Federal que apontam um percentual de desvios na Petrobrás de até 20% do valor de contratos. Esse número é superior aos 3% apontados até aqui nas investigações da Operação Lava Jato, que incluía apenas a propina dos agentes públicos e políticos.

“Foi identificada movimentação financeira da ordem de R$ 71,4 milhões, tendo como origem Construções e Comércio Camargo Corrêa S/A e como destino as seguintes empresas, suspeitas de operarem lavagem de dinheiro: Costa Global Consultoria e Participações, JD Assessoria e Consultoria; Treviso do Brasil Empreendimentos e Piemonte Empreendimentos”, registra o laudo 1342/2015 presente nos autos da Lava Jato.

Ao firmar acordo de delação premiada, o lobista Milton Pascowitch detalhou suas ligações com Dirceu. Para a força-tarefa da Operação Lava Jato, as revelações de Pascowitch foram importantes para definir as próximas linhas da investigação sobre o ex-ministro. Em troca da delação, o lobista deixou a Custódia da Polícia Federal em Curitiba (PR), base da Lava Jato, após 39 dias preso. Após as afirmações de Pascowitch, a defesa de Dirceu ingressou com habeas corpus pare evitar uma nova prisão. Os recursos, no entanto, foram negados.

PT afunda o Brasil.



Coluna de Aécio Neves, presidente do PSDB, na Folha de São Paulo, hoje, intitulada "Ascenção e queda":

Em 2008, quando o Brasil recebeu da agência de classificação de risco Standard & Poor's (S&P) o grau de investimento, o então presidente Lula e todo o seu governo comemoraram.Era o reconhecimento de que somos "um país sério, que tem políticas sérias, que cuida de suas finanças com seriedade", disse Lula. Semana passada, a mesma instituição alterou a perspectiva da nota de crédito do Brasil para negativa. 

Em bom português, corremos o risco de perder o selo de bom pagador conferido pelo grau de investimento. Isso não é pouco. Goste-se ou não dessas agências, elas influenciam o mundo dos negócios e o mundo da economia. 

O rebaixamento do Brasil tende a provocar um movimento perturbador em cadeia. Empresas (e até estados e municípios) também são impactados. Outras agências de classificação podem seguir o procedimento e, se duas cortam a nota, vários fundos estrangeiros tendem a retirar os recursos do país. 

Resultado: alta do dólar, juros mais altos, empresas retraídas, aumento do desemprego. É um cenário de muitas perdas.O selo de bom pagador não foi uma benesse gratuita. O Brasil fez com rigor o seu dever de casa, desde a implantação do real. Contas públicas sob controle, transparência, Lei de Responsabilidade Fiscal, foram muitos os degraus que subimos, gradualmente, até vir a merecer a confiança de investidores e o respeito da comunidade internacional. O governo petista vem se encarregando de destruir esse legado. 

A má gestão da política econômica e a corrupção voraz como pilar de um projeto de poder foram letais para a saúde do país. O resultado é essa conta salgada nas costas da sociedade: recessão, inflação beirando os dois dígitos, inadimplência elevada, conquistas sociais em risco. 

São muitos os sonhos que se perdem quando um governo erra tanto. A compra do apartamento, a escola melhor para o filho, o novo plano de saúde, a troca do carro, tudo se esvai. 

E o que faz o governo? Nada à altura do problema que ele mesmo criou. Aliás, o governo sequer assume que errou. Não vem a público falar da gravidade da situação e do que pretende fazer. Ao contrário, continua a vender quimeras. 

A presidente anuncia que a crise será breve no mesmo dia em que o governo apresenta um rombo inédito em suas contas públicas. No mesmo dia em que se anunciam mais cortes em áreas essenciais como educação e saúde. 

Salta aos olhos o desajuste entre o discurso oficial e a realidade. Assim, realmente, não há como reconquistar a confiança de ninguém. Nem de agências internacionais, nem, principalmente, dos brasileiros. Em sete anos, o que o Brasil mais perdeu foi credibilidade, em grande parte porque ainda hoje o governo nos tem privado da verdade

Um brasileiro de valor.



O procurador da República Deltan Dallagnol alerta que o Brasil precisa reconhecer que a corrupção não é um problema de um partido ou de um governo. “Ela é sistêmica”, afirma. Ele condena a partidarização do discurso “ou a crença ilusória” de que o País vencerá os malfeitos com a mudança de governos ou partidos. “Precisamos de sistemas e instituições saudáveis. A história nos mostra que a corrupção não tem cor ou partido.”

Deltan Dallagnol integra a força-tarefa da Operação Lava Jato, a mais explosiva ação integrada do Ministério Público Federal e da Polícia Federal já deflagrada contra desvios de recursos públicos – o núcleo central da organização criminosa assumiu o controle de contratos bilionários da Petrobrás e distribuiu propinas a políticos e partidos durante uma década.

Deltan Dallagnol assumiu uma cruzada sem precedentes na história de sua Instituição. Ele quer o que chama de ‘um País mais justo’. “A corrupção sangra o nosso País”, adverte.

Sua meta, e a de seus pares no Ministério Público Federal, é levar ao Congresso um projeto de lei que contemple dez medidas contra a corrupção. O desafio é enorme: “Precisamos de um milhão e meio de assinaturas para que essas ideias se transformem em um projeto, assim como a Ficha Limpa.”

Eis as dez medidas que Deltan Dallagnol prega, endossadas pela Procuradoria-Geral da República:

1) PREVENÇÃO À CORRUPÇÃO, TRANSPARÊNCIA E PROTEÇÃO À FONTE DE INFORMAÇÃO

2) CRIMINALIZAÇÃO DO ENRIQUECIMENTO ILÍCITO DE AGENTES PÚBLICOS

3) AUMENTO DAS PENAS E CRIME HEDIONDO PARA CORRUPÇÃO DE ALTOS VALORES

4) AUMENTO DA EFICIÊNCIA E DA JUSTIÇA DOS RECURSOS NO PROCESSO PENAL

5) CELERIDADE NAS AÇÕES DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA

6) REFORMA NO SISTEMA DE PRESCRIÇÃO PENAL

7) AJUSTES NAS NULIDADES PENAIS

8) RESPONSABILIZAÇÃO DOS PARTIDOS POLÍTICOS E CRIMINALIZAÇÃO DO CAIXA 2

9) PRISÃO PREVENTIVA PARA ASSEGURAR A DEVOLUÇÃO DO DINHEIRO DESVIADO

10) RECUPERAÇÃO DO LUCRO DERIVADO DO CRIME

Deputados apoiam Cunha mas não impeachment.



(Folha) A maioria dos deputados que lideram as bancadas de seus partidos na Câmara declara ser contra o afastamento do presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), mesmo se o Supremo Tribunal Federal abrir um processo contra ele por causa da suspeita de que recebeu propina do esquema de corrupção descoberto na Petrobras. Os líderes também dizem não ver motivo para que outros colegas investigados pela Operação Lava Jato respondam a processo de cassação no Conselho de Ética. 

A Folha ouviu na semana que passou 20 dos 22 líderes das maiores bancadas da Câmara. Desde que o lobista Julio Camargo afirmou que pagou US$ 5 milhões em propina a Cunha, alguns parlamentares têm pedido seu afastamento do comando da Casa. Mas a posição manifestada pelos líderes partidários mostra que ele mantém sólido apoio entre seus pares –mesmo após as declarações da advogada Beatriz Catta Preta, que representava Julio Camargo e acusou aliados de Cunha na CPI da Petrobras de tentar intimidá-la. 

Embora a enquete tenha sido feita antes da veiculação da entrevista da advogada ao "Jornal Nacional", da TV Globo, a Folha apurou que a posição dos parlamentares em relação a Eduardo Cunha não sofreu alteração significativa. Líderes de dez bancadas, que somam 294 deputados (57% do plenário), são contra o afastamento de Cunha mesmo que ele seja denunciado pela Procuradoria-Geral da República e o Supremo abra um processo contra ele, transformando-o em réu.

"Não tem sentença ainda. Pode não dar em nada, e aí como faz?", diz Sibá Machado (AC), líder da bancada do PT, partido hoje em pé de guerra com Cunha. "Entendo que o presidente Eduardo Cunha deve exercer plenamente suas atribuições constitucionais e ter garantido seu direito à ampla defesa", reforça Rogério Rosso (PSD-DF). 

Apenas o nanico PSOL e o PPS defendem o afastamento. "Vou questionar na reunião de líderes a situação do presidente em relação às denúncias gravíssimas que surgiram", diz Chico Alencar (PSOL-RJ). Com o fim do recesso de julho, o Congresso volta ao trabalho nesta semana.
Além de Cunha, 21 deputados são alvo de investigação por suspeita de envolvimento com a corrupção na Petrobras. A maior parte dos caciques partidários da Câmara diz não ver razão para que eles respondam a processo de cassação caso sejam denunciados pelo Ministério Público e processados no Supremo. 

"Denúncia não significa condenação não só para o parlamentar, mas como para qualquer cidadão. Caso contrário, você está antecipando o julgamento e tirando um mandato decidido pelo voto popular", diz o deputado André Moura (SE), líder do PSC e um dos aliados de Cunha. 

IMPEACHMENT
A enquete mostra também que a maior parte dos líderes partidários da Câmara diz não ver motivo para que Cunha dê prosseguimento a um pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff, o que, nos bastidores, o peemedebista ameaça fazer. "Não existe comprovação de cometimento de nenhum crime no exercício do mandato", afirma o líder da bancada do PMDB, o partido de Cunha, Leonardo Picciani (RJ). 

Ao todo, 11 líderes de bancadas que somam 298 deputados (58% do total) dizem ser contra a abertura do processo de impedimento da petista. "Não pode comprometer o país, o povo brasileiro, a economia do país, o capital estrangeiro investido aqui, falando uma coisa sem propriedade e sem embasamento jurídico nenhum", diz Celso Russomanno (PRB-SP), que comanda um bloco de 38 deputados formado pelo PRB com outros partidos nanicos. 

"O Brasil não é uma republiqueta que qualquer um desrespeita as bases democráticas", diz o líder do governo, José Guimarães (PT-CE). De todos os partidos ouvidos, só o oposicionista DEM diz já ver elementos suficientes. "São muitos fortes as comprovações de que ela afrontou a Constituição e as finanças públicas", afirma Mendonça Filho (DEM-PE).

quinta-feira, 30 de julho de 2015

Exército agiliza obras no país e irrita construtoras.


Exército Brasileiro tem se destacado por agilidade em obras públicas como a transposição do Rio São Francisco. Os trechos a cargo da instituição estão quase concluídos.

A eficiência, honestidade e a rapidez do Exército na execução de obras de construção e reforma pelo país estão incomodando as empreiteiras, que se queixam de “concorrência desleal” por parte da corporação.
O presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic), Paulo Safady Simão, reclamou esta semana da participação do Exército Brasileiro em obras desenvolvidas pelo governo federal. “O setor da construção civil não vê com bons olhos a atuação do Exército em obras como duplicação de estradas e construção de aeroportos. Não há necessidade de os militares assumirem obras desse tipo”, disse. “O Exército é hoje a maior empreiteira do país”, reclama também João Alberto Ribeiro, presidente da Associação Nacional das Empresas de Obras Rodoviárias. Segundo ele, poucas construtoras no país têm hoje uma carteira de projetos como a executada pelos batalhões do Exército. No PAC, há 2.989 quilômetros de rodovias federais sob reparos, em construção ou restauração, com gastos previstos em R$ 2 bilhões. Destes, 745 quilômetros – ou R$ 1,8 bilhão – estão a cargo da corporação. “Isso equivale a 16% do orçamento do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes neste ano”, disse.
O general Jorge Ernesto Pinto Fraxe, da Diretoria de Obras de Cooperação (DOC), do Departamento de Engenharia e Construção do Exército (DEC), rebateu as declarações dos representantes das empreiteiras e afirmou que “a atuação dos militares só ocorre quando é bom para o país e para a instituição”. O general declarou que “algumas das obras assumidas pelos militares eram consideradas prioritárias e estavam tendo problemas para serem tocadas pela iniciativa privada”. “A gente não pleiteia obras. Elas são oferecidas e aceitamos quando elas são importantes para o desenvolvimento do país e para nosso treinamento”, destacou. No auge das obras, 12 mil soldados atuaram na construção civil para o governo.
Ele lembra, por exemplo, que havia uma briga no consórcio vencedor da licitação para a duplicação da BR-101 e que as empresas fugiam do início das obras da transposição do São Francisco. A alegação para o retardamento do início das obras era que o canteiro ficava no polígono da maconha. O general conta que o Exército fez um trabalho social na área e que dois hospitais chegaram ser montados na região, para atendimento à população.
Obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) estão sendo conduzidas pelos militares. Os militares receberam R$ 2 bilhões nos últimos três anos para executar duplicações de estradas, construção de aeroportos, preparar novos gasodutos e iniciar a transposição do Rio São Francisco. No total seriam 80 obras.
A transposição do São Francisco é o caso mais emblemático. Enquanto os trechos que ficaram sob a responsabilidade do Exército estão quase prontos, a parte que cabe às empresas privadas está atrasada ou paralisada. Em Floresta (PE), onde o percentual de execução não passa de 13%. Em outros lugares chega só a 16%. Nos trechos feitos pelo Exército, a obra avançou 3 vezes mais que os das empreiteiras no Eixo Norte (80% está concluída) e 5 vezes mais no Eixo Leste. Por sua vez as empresas privadas estão pedindo mais dinheiro para continuar as obras.
As empresas privadas, algumas delas organizadas em cartéis, depois de retardarem obras importantes para o país, de exigirem reajustes absurdos nos preços, criticam quando o Exército é acionado para garantir as obras prioritárias. Elas alegam uma suposta “concorrência desleal’. Segundo os empreiteiros, a participação expressiva dos militares “inibe o investimento e impede a geração de empregos”.
“O Exército não é um construtor. Quem pensa que vamos concorrer com as empresas está equivocado. Só atuamos para treinar nosso pessoal”, disse o general, que afirma que contrata empresas privadas para a construção de pontes e viadutos.
Os militares também fizeram obras para estatais – como as clareiras na selva para a construção do gasoduto Coari-Manaus, e para outros níveis de governo, como a atual construção do Caminho da Neve, estrada que Santa Catarina quer abrir para unir Gramado (RS) a São Joaquim (SC), favorecendo o turismo de inverno.
Estima-se que, quando concluídas, as obras entregues ao Exército terão um custo até 20% menor para os cofres públicos. “A corporação não pode lucrar com os serviços que presta”. Como emprega os próprios oficiais e soldados, já remunerados pelo soldo, o custo da mão de obra deixa de ser um componente do preço final da empreitada. Por tudo isso, o Exército está desempenhando um papel fundamental na infraestrutura necessária para o Brasil.

Maria do Rosário levou R$ 145 mil de propina da Engevix, segundo diretor da empresa.






ELES SÃO CÍNICOS - ACUSAM OS OUTROS DAQUILO  QUE PRATICAM

(Estadão) O vice-presidente da Engevix Engenharia Gerson de Mello Almada revelou aos investigadores da operação Lava Jato que encaminhou uma lista indicando políticos do PT para receberem doação da empresa ao lobista Milton Pascowitch, apontado como operador de propinas da empreiteira e que decidiu fazer acordo de delação premiada na Lava Jato. O empreiteiro, contudo, disse não se recordar se a doação aos políticos da sigla foi abatida das “comissões” que ele devia a Pascowitch.

“Que a lista refere-se a uma doação feita ao Partido dos Trabalhadores, tendo o declarante (Gerson Almada) nominado os candidatos que gostaria de verem beneficiados com parte dos recursos; que essa lista foi entregue a Milton Pascowitch, tratando-se a doação no valor de R$ 400 mil feita de forma espontânea”, relatou o executivo à Polícia Federal, em depoimento no dia 1.º de abril de 2015.

Ele indicou ainda que o dinheiro foi repassado para as campanhas dos parlamentares Vicente Cândido, Maria do Rosário, “Mirian” (que o depoimento não identifica), os deputados estaduais do PT Rio Grande do Sul Altemir Tortelli, Marcos Daneluz e Nelsinho Metalúrgico, além dos irmãos Nilto Tatto e Enio Tatto, deputado federal e deputado estadual por São Paulo, respectivamente.

Conforme lançado na prestação de contas da candidata, ela recebeu R$ 145 mil da Engevix, que foi a sua terceira maior doadora. Também recebeu R$ 37.500 da Queiroz Galvão e R$ 33.250 da Andrade Gutierrez.  Ao todo foram R$ 215.750 das empreiteiras do Petrolão.

O maior doador de Maria do Rosário foi a Mineração Corumbaense, subsidiária da Vale do Rio Doce, com R$ 200 mil. E o segundo maior doador foi a União de Faculdades do Amapá Ltda., com R$ 200 mil. Ninguém sabe qual o interesse deste doador em uma deputada gaúcha, mas em se tratando do PT logo, logo vai aparecer. 


Comentário:
Defensora dos fracos e oprimidos, LADRA, né?
Nenhuma surpresa, sabemos que de cabo a rabo é o que TODOS os petistas são! Cínicos, mentirosos, falsos, incompetentes, corruptos, desqualificados e LADRÕES.

segunda-feira, 27 de julho de 2015

O SAPO BARBUDO




UM SAPO QUE FUMA CHARUTO CUBANO E  SÓ BEBE WHISKY ESCOCÊS




Imagem inline 1


Lula é um sapo barbudo,
Como apelidou o Brizola,
Mas de corrupção sabe tudo,
Não morrerá de esmola.

Imagem inline 3


Sapo é um anfíbio anuro,
E tem as peles rugosas,
Lula tem um rabo  duro,
E uma série de ventosas.


Imagem inline 4

É um sapo perigoso,
venenoso e voraz,
além de tudo é seboso,
e tem parte com o satanás.


Resultado de imagem para imagens de sapo

É um sapo venenoso,
só promete e nunca faz,
o bicho é feio e odioso,
e ninguém lhe satisfaz.

Resultado de imagem para imagens de fidel e lula fumando charuto

Veja suas orelhas de abano,
E as barbas de FIDEL,
O seu charuto cubano,
E a sua saliva de FEL.

Imagem inline 2

Ele é um sapo valente,
Que veio lá do interior,
Chegou até ser presidente,
E candidato a ditador. 

Imagem inline 5

 Lula hoje é operador,
Atua com leniência,
Já tem diploma de doutor,
Até por tráfico de influência.

http://lh6.ggpht.com/-4EoFZ3y-ld8/TmJ1k-yIGjI/AAAAAAAAAcQ/GMZ9TiU8fvg/s530/PRESLULAOBRA7.jpg

Ele é suspeito de ajudar,
Uma grande construtora,
De contratos, a ganhar,
Com propina promissora.

Imagem inline 7

Visitou o mundo inteiro,
Com agenda e calendário,
Só pensando em dinheiro,
E contrato bilionário.

Resultado de imagem para imagens de lula na áfrica

A África era sua pista,
E as construtoras também,
Tornou-se até um lobista,
Em todo esse vai-e-vem.

Imagem inline 6

Tudo era feito com festa,
E também muito dinheiro,
Recebido por palestra,
No Brasil e o mundo inteiro.

Resultado de imagem para lula dando palestras na america latina

Não só países africanos,
Que o Lula visitou,
Também latino-americanos,
Atuou o seu doutor.

Resultado de imagem para lula preso da cadeia

É hora de investigar,
Se errou meter a peia,
E caso se confirmar,
A solução é cadeia.


Momentos de incerteza,
O país quer consciência,
Rogo a DEUS que nos proteja,
A sairmos da indecência,
E é isso que o povo almeja,
Sem nunca pedir clemência.


Estou aqui fazendo um teste,
Com rima, prosa e poesia,
sou o MORAES do agreste,
Faço versos com alegria.


Irei parar por aqui,
Sou o MORAES para alguns,
Mas meu nome é JOSEMIR,
E nasci em Garanhuns.


Autoria: Josemir Moraes - MORAES DO AGRESTE (modesto escriba, afilhado de poeta e caboclo sonhador).

Sheherazade insinua que o PT manipulou delator contra Cunha para criar ‘...

sexta-feira, 24 de julho de 2015

E Lula pede arrego.



 VOCÊ AINDA ACREDITA NO LULA?


Lula foi o maior crítico do presidente Fernando Henrique Cardoso, - e sempre disse que seu partido, o PSDB, enfiou o Brasil no buraco. Agora quer procurá-lo para pedir ajuda. Pedir ajuda a quem sabe de fato governar é uma atitude até nobre. É uma maneira inteligente  e ardilosa para tirar o país da desgraça, que ele e a sua criatura conseguiu colocar.

quarta-feira, 22 de julho de 2015

A MORTE LENTA


                                                       
 A MORTE NÃO MANDA AVISO

 Morre lentamente quem não troca de ideias, não troca de discurso, evita as próprias contradições.


Morre lentamente quem vira escravo do hábito, repetindo todos os dias o mesmo trajeto e as mesmas compras no supermercado. Quem não troca de marca, não arrisca vestir uma cor nova, não dá papo para quem não conhece.


Morre lentamente quem faz da televisão o seu guru e seu parceiro diário. Muitos não podem comprar um livro ou uma entrada de cinema, mas muitos podem, e ainda assim alienam-se diante de um tubo de imagens que traz informação e entretenimento, mas que não deveria, mesmo com apenas 14 polegadas, ocupar tanto espaço em uma vida.


Morre lentamente quem evita uma paixão, quem prefere o preto no branco e os pingos nos is, a um turbilhão de emoções indomáveis, justamente as que resgatam brilho nos olhos, sorrisos e soluços, coração aos tropeços, sentimentos.


Morre lentamente quem não vira a mesa quando está infeliz no trabalho, quem não arrisca o certo pelo incerto, atrás de um sonho. Quem não se permite, uma vez na vida, fugir dos conselhos sensatos.


Morre lentamente quem não viaja, quem não lê, quem não ouve música, quem não acha graça de si mesmo.


Morre lentamente quem destrói seu amor-próprio. Pode ser depressão, que é doença séria e requer ajuda profissional. Então fenece a cada dia quem não se deixa ajudar.


Morre lentamente quem não trabalha e quem não estuda, e na maioria das vezes isso não é opção e, sim, destino: então um governo omisso pode matar lentamente uma boa parcela da população.


Morre lentamente quem passa os dias queixando-se da má sorte ou da chuva incessante, desistindo de um projeto antes de iniciá-lo, não perguntando sobre um assunto que desconhece e não respondendo quando lhe indagam o que sabe.


Morre muita gente lentamente, e esta é a morte mais ingrata e traiçoeira, pois quando ela se aproxima de verdade, aí já estamos muito destreinados para percorrer o pouco tempo restante. Que o amanhã, portanto, demore muito para ser o nosso dia. Já que não podemos evitar um final repentino, que ao menos evitemos a morte em suaves prestações, lembrando sempre que estar vivo exige um esforço bem maior do que simplesmente respirar.

terça-feira, 21 de julho de 2015

DESESPERO? DEUS EXISTE!


                  

O ÁLCOOL  É O REFÚGIO DOS DESESPERADOS.
 DESESPERO? DEUS EXISTE!


I
O que fazer?
Quando tudo na vida vai mal.
Quando todos nos recriminam.
Quando a perda é sempre fatal.
Quando os amigos nos eliminam.
II
O que fazer?
Quando existe uma separação.
Quando o nosso amor vai embora.
Quando dói e fere o seu coração.
Quando você fica sozinho e chora.
III
O que fazer?
Quando os filhos ficam ausentes.
Quando você fica com ansiedade.
Quando eles já são conscientes.
Quando você sabe que é maldade.
IV
O que fazer?
Quando o amor não corresponde.
Quando os problemas aumentam.
Quando você não sabe de onde.
Quando acredita que só inventam.
V
O que fazer?
Quando acabaram os nossos ideais.
Quando fugiram os sentimentos.
Quando não sentimos prazer mais.
Quando só vivemos de lamentos.
VI
O que fazer?
Quando as nossas dívidas aumentam.
Quando os nossos salários estacionam.
Quando os outros não nos agüentam.
Quando falamos e eles logo reclamam.
VII
O que fazer?
Quando nasce o dia e não temos luz.
Quando chega à noite e só escuridão.
Quando nos esquecemos do salvador JESUS.
Quando deixamos ainda de ser Cristão.
VIII
O que fazer?
Quando perdemos inteiramente a fé.
Quando nos tornamos seres irracionais.
Quando não temos JESUS DE NAZARÉ.
Quando fizemos pacto com o satanás.
IX
O que fazer?
Quando costumo beber muito e fumar.
Quando sei que o vício é uma desgraça.
Quando conheço que a vida vai acabar.
Quando sinto os efeitos do fumo e da cachaça.
X
O que fazer?
Quando a doença bate em nossa porta.
Quando acabaram as nossas crenças.
Quando o tratamento não mais importa.
Quando temos a morte como urgência.
XI
O que fazer?
Quando chegarmos ao final da vida.
Quando entes queridos estão distantes.
Quando não temos mais uma mão amiga.
Quando os bens materiais são importantes.
XII
O que fazer?
Quando a corrupção nesse governo campeia.
Quando  a roubalheira cada dia aumenta mais.
Quando não existem maus políticos na cadeia.
Quando são só mentiras, promessas e nada mais.
XIII
O que fazer?
Quando o nosso país cair realmente no abismo.
Quando o capitalismo não enfrentar esses tiranos.
Quando o Lula e a Dilma implantar o comunismo.
Quando o nosso povo tornar-se bolivarianos.
XIV
O Que fazer?
Quando os obstáculos se multiplicam.
Quando tudo parece estar contra nós.
Quando golpes, outros nos aplicam.
Quando às vezes nos sentimos sós.
XV
O que fazer?
Quando a solidão e o tédio nos assolam.
Quando o amigo fiel nos volta às costas.
Quando estamos fracos e nos degolam.
Quando acusações sem provas são impostas.
XVI
O que fazer?
Quando respondemos por crime num Tribunal.
Quando nunca praticamos nenhum delito.
Quando tem crédito, voz e apoio -, só quem é mal.
Quando vivemos em um país corrupto e maldito.
XVII
O que fazer?
Quando a egoísta sociedade nos rejeita.
Quando vivemos em constantes pesadelos.
Quando a verdade ninguém mais aceita.
Quando a mentira é marca e modelos.
XVIII
O que fazer?
Quando à família é constantemente destruída.
Quando os filhos não mais respeitam os pais.
Quando ao governo a responsabilidade é atribuída.
Quando não mais existem condutas éticas e morais.
XIX
O que fazer?
Quando o governo é corrupto e incompetente.
Quando os poderes não vivem em harmonia.
Quando a Presidente da República é uma demente.
Quando os seus comandados seguem a sua guia.
XX
O que fazer?
Quando as preocupações nos prejudicam.
Quando falamos no nosso valor profissional.
Quando o baixo rendimento elas indicam.
Quando o homem sem auto-estima, produz mal.
XXI
O que fazer?
Quando falta firmeza no solo em que pisamos.
Quando nos vemos rodeados de feras todo dia.
Quando não conseguimos dormir quando deitamos.
Quando nos deparamos com atos de covardia.
XXII
O que fazer?
Quando em nossas cabeças só existem problemas.
Quando nuvens pesadas só anunciam tempestades.
Quando dia após outro, só aparecem dilemas.
Quando convivemos no dia a dia, com infelicidades.
XXIII
O que fazer?
Quando nos faltam educação e segurança.
Quando a saúde encontra-se em frangalhos.
Quando ninguém mais aplica na poupança.
Quando temos um governo de espantalhos.
XXIV
O que fazer?
Quando os juros crescem sem parar.
Quando o PIB despenca ladeira abaixo.
Quando um governo não sabe governar.
Quando existe incompetência, - é o que acho.
XXV
O que fazer?
Quando o crime aumenta a todo instante,
Quando as drogas entram livres no país.
Quando aumentam os drogados e meliantes.
Quando o povo sofre, morre e não é feliz.
XXVI
O que fazer?
Quando a polícia prende e a justiça solta.
Quando a proteção só é feita pra bandido.
Quando o ordeiro e honesto se revolta.
Quando o povo não consegue ser unido.
XXVII
O que fazer?
Quando prestamos contas de tudo na vida.
Quando subirmos naquela justa e fiel balança.
Quando os pecados pesarem na divina medida.
Quando nada restar como perdão e esperança.
XXVIII
E a solução?
Darei a você algumas respostas,
Como sair desses embaraços,
Tire o fardo do pecado das costas,
E já conquistou os primeiros passos.
XXIX
Siga os mandamentos de DEUS,
Faças o bem, sem olhar a quem,
Esses são os conselhos meus,
Viva com amor e feliz também.
XXX
Como fazer!
Quando você não encontra alguma solução.
Quando tudo parece que está em desfavor.
Tenha fé, humildade e DEUS no coração.
Essa é prática mais perfeita de um CRISTÃO.
XXXI
Como fazer!
Sem CRISTO foste levado ao DESESPERO.
Olhe pra cima, ergues as mãos para o alto.
Não padeça, ame e creia nele primeiro.
Em sua vida, você deu um grande salto.
XXXII
Como fazer!
Lembra-te que existe um só DEUS.
Levanta a tua voz e exalta-o em oração.
Acredite sempre nos milagres seus.
Só assim, serás um bom CRISTÃO.
XXXIII
Como fazer!
O Senhor JESUS com certeza te ouvirá.
Os teus problemas com certeza acabarão.
A tua felicidade em seguida voltará.
A ansiedade e a depressão terminarão.
XXXIV
Como fazer!
Com isso o desespero acabará.
E um sorriso de vitória aparece.
Dos teus lábios ele logo fluirá.
E é algo que só com DEUS acontece.
XXXV
Como fazer!
Aprenda a ser feliz a todo custo.
Resolva todos os problemas seus.
Perdoe e faça o bem sem ser injusto.
E você consegue ser feliz com DEUS.
XXXVI
E enquanto o povo chora insatisfeito.
Buscando na justiça, a verdade e o perdão.
Querendo a todo custo ser perfeito.
Você já é feliz, com DEUS no coração.
XXXVII
Encerrado a minha prosa,
Sem nenhum entrevero,
Falei sobre desespero,
Da maneira mais formosa.
XXXVIII

Momentos de incerteza,
O país quer consciência,
Rogo a DEUS que nos proteja,
A sairmos da indecência,
E é isso que o povo almeja,
Sem nunca pedir clemência.
XXXIX
Estou aqui fazendo um teste,
Com rima, prosa e poesia,
sou o MORAES do agreste,
Faço versos com alegria.
XL
Irei parar por aqui,
Sou o MORAES para alguns,
Mas meu nome é JOSEMIR,
E nasci em Garanhuns.

Autoria: Josemir Moraes - MORAES DO AGRESTE (modesto escriba, afilhado de poeta e caboclo sonhador).



segunda-feira, 20 de julho de 2015

A felicidade pode ser duradoura?


Resultado de imagem para imagens de um casal feliz
               UM CASAL FELIZ  






A felicidade é um estado de espírito. Se você atribuir o sentimento de felicidade somente às coisas externas será sempre infeliz. São nossas imperfeições que provocam a  infelicidade.


Através delas fazemos escolhas não apropriadas, temos  pensamentos negativos e comportamentos inadequados.


Algumas pessoas acham que os bons sofrem mais do que os ruins. São colocações que nada tem a ver com felicidade. A felicidade não é a interrupção do sofrimento e dos desafios da vida.


Se nós vivemos num mundo ainda inferior estamos sujeitos às mudanças, intempéries. Temos proteção espiritual. Só passamos por desafios que vão nos fazer bem.


Uma dor hoje pode ser sua felicidade amanhã. A dor também é resultado de nossas ações que não estão de acordo com a Lei da Harmonia. É a lei da causa e efeito. “Semeadura opcional, mas a colheita é obrigatória”.


A causa da infelicidade é sempre a desarmonia e a ignorância. Desarmonia no pensar, no sentir e no agir. Tem que haver equilíbrio nos pensamentos e nas atitudes. Pensar de um jeito e agir de outro pode ser a causa de muitas desarmonias psíquicas.


Felicidade é se sentir bem! Quando a gente se sente muito infeliz é porque não está no caminho verdadeiro. O caminho verdadeiro é o da nossa essência espiritual. Ela é que deve ditar suas escolhas. Geralmente, somos tragados pelo ego. Ele é egoísta e se ilude muito com aparências.


Felicidade e alegria podem andar juntas, mas nem sempre. A alegria é momentânea, a felicidade perene. Geralmente, as pessoas felizes são alegres. 


Felicidade é estar dentro do mundo, mas não se envolver muito nele. Integrar seus sentimentos. Aceitar seus defeitos para depois modificá-los.


Se você quiser se sentir mais feliz olhe para dentro de si mesmo. A felicidade não é uma emoção estagnada. Ela precisa de mudanças. Estar presente no aqui e no agora! Nem no passado e, muito menos, no futuro.


Mente voltada somente para o passado pode ficar depressiva. Pensamentos direcionados somente para o futuro causam estresse negativo e ansiedade. Lidar de forma raciocinada com a fé e a espiritualidade. Ser realista, mas ter esperança.


FELICIDADE:  Fé, Esperança, Lealdade, Inovação, Calma, Indulgência, Determinação, Amor, Destemor, Entendimento.
Algumas pessoas tem mais predisposição para a felicidade do que outras. Talvez por conta do ambiente, dos genes e até da educação no lar.

Você pode ser feliz através da reforma íntima. Não é apenas se arrepender do que faz, mas mudar por dentro. São atitudes positivas que transformam a vida. Ter um bom relacionamento consigo mesmo. Assim, terá um relacionamento produtivo com o próximo também. A auto-estima é a pérola da felicidade.
 
Mentalização para atrair felicidade: Respire fundo, feche os olhos e imagine um jardim cheio de flores coloridas de todos os matizes. Imagine que estará colhendo sua própria felicidade em forma de flor. Perceba o aroma, o tipo de flor, cor das pétalas. Coloque as flores dentro do seu coração. Quando estiver triste e chateado se lembre do ramalhete de flores. Imediatamente seu estado mental vai mudar.

Seja feliz!